quarta-feira, 12 de junho de 2013

Para amar ou curtir a fossa

Sophia Andreazza*

O dia dos namorados é uma daquelas datas que não passa despercebida. Anúncios coloridos de lojas de cosméticos, comerciais fofinhos e cheios de beijos estrelando casais atraentes e apaixonados, promoções nas lojas de sutiã, comédias românticas estreando no cinema. Mas é nas redes sociais que a onipresença do dia de hoje é sentida. Das reclamações dos solteiros (temos os que dizem que a data não passa de um incentivo ao consumismo, os carentes, os que insistem em ostentar as vantagens de sua condição) às declarações bonitinhas dos comprometidos (se declarar pode, só não pode pedir para curtir a foto sua com o namorado pra ganhar promoção, tá?), é impossível ignorar o dia dos namorados. Fico imaginando se era mais fácil pensar em outra coisa quando a data se resumia aos cartões cor-de-rosa que tínhamos de fazer durante as aulas e entregar para os coleguinhas, mas não consigo.

Foi pensando nessas coisas (e fazendo uma matéria para a rádio, admito) que montei essa playlist. Ela surgiu basicamente numa conversa na cozinha de casa, então dá para imaginar a quantidade de músicas nas quais pensamos e como foi difícil selecionar as melhores. Decidi dividir as canções em duas categorias, assim fica mais divertido.


Para os apaixonados

Your Body Is a Wonderland, John Mayer

Impossível não ficar com um sorriso no rosto ao ouvir John Mayer cantar. Todas as cenas românticas que você já presenciou dançam diante dos seus olhos, seu coração fica quentinho, você tem vontade de abraçar aquele alguém, não soltar nunca mais e por aí vai.

John Mayer / Your Body Is A Wonderland by John Mayer on Grooveshark


Something, The Beatles

Clássica. Elenca várias listas com as melhores canções romântica já compostas. Uma coisa é fato: os garotos de Liverpool sabiam falar de amor, mas com Something eles se superaram. A música expressa muito bem aquela sensação estranha, confusa e deliciosa de estar apaixonado.

Something by "The Beatles 1" on Grooveshark


All I Want Is You, Barry Louis Polisar

A trilha sonora inteira de Juno poderia estar nessa lista, mas All I Want Is You é a minha preferida entre todas. Uma música simples e contagiante, com uma letra muito fofa, diga-se de passagem.

All I Want Is You by Barry Louis Polisar on Grooveshark


Último Romance, Los Hermanos

“E até quem me vê lendo o jornal/ Na fila pão, sabe que eu te encontrei/ E ninguém dirá que é tarde demais/ Que é tão diferente assim/ Do nosso amor a gente é quem sabe, pequena”. Não acho que eu precise dizer mais nada, né?

Último Romance by Los Hermanos on Grooveshark


Romeo and Juliet, The Killers

A versão original é do Dire Straits, mas eu gosto mais da versão do The Killers. Simplesmente bonita e apaixonante.

Romeo and Juliet by The Killers on Grooveshark


Meu Amor, Chico Buarque

Ele é outro que sabe falar de amor. Foi muito difícil escolher uma só. Fiquei com Meu Amor porque, nela, Chico mostra o quanto compreende dos sentimentos femininos. É difícil acreditar que seja uma música de autoria masculina, sério.

O Meu Amor by Chico Buarque on Grooveshark


Quelqu'un m'a dit, Carla Bruni

Ponto pacífico: francês é a língua do amor. Francês é delicado, elegante e sonoro; apaixona, comove e dá vontade de ter alguém a quem amar. Essa música da Carla Bruni não é diferente.

Quelqu'un ma dit by Carla Bruni on Grooveshark


Para os que curtem a fossa

Skinny Love, Birdy

Foi muito difícil escolher entre as músicas da Birdy (que tem só 15 anos. 15 anos, gente!), mas eu acho que essa é a mais triste. Me deixa com o coração partido e pensando em todas as decepções que eu já tive. Afoga.

Skinny Love by Birdy on Grooveshark


Nicest Thing, Kate Nash

Provavelmente a música mais triste que eu já ouvi na vida, daquelas que você escuta quando as coisas não podem ficar piores, porque a total agonia de estar apaixonado está te sufocando. Até quando tudo está bem na sua vida, essa música é capaz de te deixar um pouco pra baixo. Cuidado.

Nicest Thing by Kate Nash on Grooveshark


Somebody That I Used to Know, Gotye

Pra curtir a fossa com estilo e recalque.

Sombody that I used to know by Gotye on Grooveshark


Stop Crying Your Heart Out, Oasis

Tantas músicas do Oasis podiam estar aqui, mas Stop Crying Your Heart Out venceu. Ela é triste por natureza, aí você se lembra do final de Efeito Borboleta e isso só piora sua situação e aumenta o buraco no seu estômago.

Stop Crying Your Heart Out (The Butterfly Effect Soundtrack) by Oasis/oasis on Grooveshark


Fix You, Coldplay

Coldplay não podia faltar. Não tenho muito o que dizer sobre Fix You, só que eu choro sempre que ouço. Que fase.

Fix You by Coldplay on Grooveshark


I'll Kill Her, Soko

Outra para curtir a fossa no recalque. Essa é para todo mundo que fica imaginando mil coisas antes de que a primeira delas sequer aconteça, e acaba quebrando a cara. 



*Sophia Andreazza é estudante de Jornalismo e contribuiu com este post para o Play This Beat.

Nenhum comentário:

Postar um comentário