domingo, 19 de maio de 2013

Muito além da música 2


Carolina Rodrigues

Com certeza, vocês se lembram da música Song 2. Talvez não por nome, mas aposto que, ao escutar os primeiros segundos, o “uh huul” já vem na memória. Testa aí:

Song 2 by Blur on Grooveshark

Não disse? Essa música foi lançada em 1997 e fez grande sucesso nos anos 2000. Eu diria que foi a principal música (a mais famosa, pelo menos) do grupo Blur. Como o Especial do mês fala sobre bandas que andam sumidas, o Blur se encaixa perfeitamente. Ou vai dizer que se lembra de outra música  deles que fez mais sucesso recentemente? Bom, deixa a música rolando aí enquanto você conhece um pouquinho mais sobre os Blur's.

Blur: 24 anos de carreira
(Foto: divulgação)



A banda surgiu em 1989 em Londres e seguiu um movimento da música chamado Britpop – abreviação de British Pop – no qual bandas (britânicas) tocam rock com arranjos radiofônicos. Assim, o vocalista Damon Albarn, o guitarrista Graham Coxon, o baixista Alex James e o baterista Dave Rowntree fizeram do Blur um dos grandes nomes musicais na década de 1990.


Além de Song 2, algumas outras músicas marcaram a carreira do grupo. Coffe & Tv minha música preferida está presente no álbum 13 (1999) e ficou famosa principalmente pelo seu videoclipe sobre o encontro de duas caixinhas de leite. Achou estranho? É só assistir:




Ambulance, Out of Time, Good Song, dentre outras, estão presentes no álbum Think Tank (2003), que esteve em vigésimo lugar na lista de melhores álbuns da década na revista NME. Porém, os Blur's ainda iriam surpreender com Parklife (2004), que vendeu mais de um milhão de cópias na Inglaterra e, com certeza, fez o momento de auge do grupo, com a música Boys & Girls.

Boys And Girls by Blur on Grooveshark

Os anos que se seguiram marcaram uma época de certa decadência da banda, que poderíamos chamar de “era pós Parklife”. Por mais que eles continuassem produzindo, suas músicas não estavam sendo tão bem recebidas pelo público e cada vez mais o sucesso de Parklife ia se distanciando. Até porque a banda não contava mais com Graham Coxon, que abandonou (temporariamente, já adianto) o grupo.

A partir de então, começa o período de “sumiço” de Blur, que, apesar de contar com a presença de Simon Tong, ex-guitarrista do Verve, não conseguiu se reestabelecer. A era Parklife, de fato, deixou saudades.

Mas, porém, contudo, entretanto... para a minha felicidade e de todos os fãs de Blur, em 2008 Coxon volta a fazer parte da banda e desde então o grupo tem conseguido fazer novas produções. Em 2010, o single Fool’s Day agradou ao público e reacendeu, nem que seja pouco, a chama dos Blur’s. Em minha humilde opinião, eles conseguiram manter aquilo que marca tanto o estilo da banda: músicas, ao mesmo tempo, calmas e animadas. Relaxantes e estimulantes. Como é que pode, né?

Fool's Day by Blur on Grooveshark

E, se você está por dentro do que anda acontecendo no mundo da música, já deve ter lido manchetes como “Blur será a atração principal do festival Planeta Terra 2013”. Repararam no “atração principal”? Pois é, se quiserem saber mais sobre o assunto, é só clicar aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário