terça-feira, 23 de outubro de 2012

O outro lado do pop italiano

Vanessa Souza


Se você pensa que a música italiana se resume a Laura Pausini e pop romântico, está enganado. Há artistas que vão além da chamada ‘musica leggera’ e acrescentam outros elementos para enriquecer sua arte. Um exemplo disso é a cantora Nina Zilli.


Nina nasceu na Itália, mas cresceu na Irlanda ouvindo rock e punk dos anos 70. Depois de terminar o ensino médio em seu país de origem, ela passou dois anos nos Estados Unidos, onde incorporou à sua identidade musical o soul, o R&B e o reggae, além de canções italianas da década de 1960. São essas influências que fazem a música da Nina ser bastante diferente daquilo que se conhece vindo da Itália.

Sempre Lontano vendeu mais de
60.000 cópias na Itália e se tornou
disco de platina no país
O álbum de estréia Sempre Lontano, lançado em 2010, evidencia todos esses estilos, às vezes misturados, às vezes sozinhos. A faixa 50mila abre o disco com um soul gostoso, mesmo que sofrido, e tem a participação especial de Giuliano Palma. Ela e L’inferno, canção em que o estilo também se destaca bastante, fazem parte da trilha sonora do jogo Pro Evolution Soccer 2011.

O reggae aparece na canção em inglês No Pressure e, principalmente, em Penelope, que é uma daquelas músicas que faz até quem não gosta muito do estilo ficar cantarolando o refrão o dia inteiro. Já o lado pop de Nina aparece na ótima L’uomo che Amava le Donne, que, mesmo com uma pontinha de soul, mostra uma inclinação da cantora à música ‘leggera’ italiana. Come il Sole e suas notas prolongadas deixam ainda mais clara essa influência.

Tutto Bene vem com uma letra de protesto quase disfarçada por uma melodia alegre e cativante, enquanto Bacio D’a(d)dio é um dos grandes destaques do álbum, unindo todos os estilos já citados em uma ótima canção. O disco chega ao fim com a triste mas ainda assim linda Bellissimo, que tem uma das melhores e mais melancólicas letras do álbum.


Sempre Lontano foi todo composto pela própria Nina, com exceção da faixa L’amore Verrà, uma cover em italiano da canção You Can’t Hurry Love, das Supremes. Ela já tem um segundo álbum, chamado L’amore è Femmina, lançado no começo de 2012. Mas isso é assunto para um outro post.

Um comentário:

  1. Nina Zilli also was Italian Eurovision 2012 represantantive!!
    www.eurovision.tv

    ResponderExcluir