quarta-feira, 18 de abril de 2012

A falta de água mexe com a cabeça da gente

Julia Germano Travieso

O indivíduo precisa tomar banho, ir ao banheiro, lavar a louça que está empilhada na pia, matar a sede e fazer comida. Mas quem disse que isso foi possível nos últimos dias em alguns bairros de Bauru? O post de hoje, no qual eu provavelmente falaria sobre um novo álbum, ou alguma banda australiana que apareceu por aí ultimamente, ficou para uma próxima vez.


A pessoa que não consegue comer nem tomar banho perde a capacidade de pensar direito. Cheguei a um estado tão tenso que sonhei com lugares alagados, cachoeiras e acordei em choque, achando que ia morrer afogada em uma água inexistente. 

Mas o que isso tem a ver com música, afinal? Explicarei do modo mais simples que consigo: água, água, água. É só nisso que eu penso e, portanto, é sobre isso que eu posto. E como esse é um assunto tenso, vou tratar dele em uma playlist trash, já que ninguém merece gente discutindo a seca, os problemas administrativos e todos os outros temas que estão sendo tratados pela prefeitura de Bauru em um blog de música. 

Sendo assim, sem mais delongas, as cinco músicas mais trash que eu encontrei com a palavra água no meio:


Nenhum comentário:

Postar um comentário