quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

No topo do mundo

 Adele chega ao fim do ano com melhor single e álbum mais vendido 

Julia Germano Travieso 

Ela dominou o mundo. Ultrapassou as rainhas do Pop Lady Gaga, Rihanna e Katy Perry. Atingiu o topo das paradas em todo o planeta. Tem um single - Rolling in The Deep - e um álbum - 21 - no "The 50 Best Singles of 2011" e no "The 50 Best Albums of 2011" da Rolling Stone, além de ser a primeira no "Top Artists" da Billboard. Isso prova que a britânica de voz magnífica e coração partido soube misturar elementos do Pop, do soul e do blues para criar o gigante 21.

Adele gosta de comer, de beber vinho e de fumar. Não se preocupa em estar no peso certo ou vestir as roupas da moda. Ela quer mesmo é saber de cantar e expressar sentimentos através de suas músicas. A pergunta que fica é: como ela conseguiu conquistar tantos fãs em meio a um mundo que vive de espetáculos?

Adele: transparência e honestidade
Foto: Divulgação

Para poder chegar a alguma resposta, precisamos nos lembrar de Amy Winehouse, outra britânica que se entregava às emoções e se importava pouco com o que os outros pensavam. Ela foi responsável por trazer o blues e o soul de volta à popularidade após várias décadas. Ambos os gêneros musicais possuem uma característica em comum: a de traduzir sentimentos, ser cantada ou tocada com o coração. E foi esse mesmo o 'ingrediente secreto' que fez o público cair aos pés de Adele. 

A sinceridade e transparência são duas palavras que podem traduzir a música e a personalidade da cantora. Adele já disse que Rolling In The Deep é um sinônimo de dizer as coisas no calor do momento, escrevê-la foi “vomitar as palavras”. Quem nunca ouviu uma música dela e pensou 'ainda bem que não sou o único a passar por isso'? A voz pura e as letras reconfortantes somadas à honestidade da artista são as principais responsáveis pelo sucesso que ela fez este ano. 

Qual é mesmo aquele ditado? 'Quanto mais alto, maior a queda'. Pois ele não se aplica ao caso de Adele. Em recuperação desde a cirurgia na garganta que fez em novembro, ela não pode nem falar, mas afirma que sente muito mais confiança sabendo que agora sua voz não corre risco de falhas durante as apresentações. Projetos para álbuns futuros estão distantes: apesar de já estar trabalhando em algumas músicas, a cantora pretende desaparecer e ressurgir apenas quando tiver coisa boa pra lançar.

Adele explica como foi o processo de criação de cada uma das músicas do álbum 21


           


4 comentários:

  1. Muito bom o post!
    Adorei!
    Parabéns! \o/

    ResponderExcluir
  2. É uma abordagem diferente, que deixa de lado os estereótipos e foca na mensagem e na bagagem sentimental das músicas da Adele. Muito bom mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Muito prazeroso ler esse post!!

    ResponderExcluir
  4. Adorei Julia, parabéns! Foi muito bem elaborado. Espero que continue assim, pois com certeza este é seu talento!. Um ótimo futuro pra voce! =)

    ResponderExcluir