terça-feira, 6 de setembro de 2011

A despedida de Judas Priest das turnês mundiais

Banda fará uma última grande turnê antes de começar com um ritmo mais tranquilo

Marina Rosanese

Quem nunca cantarolou os versos do refrão de Breaking The Law, não sabe o que é ser roqueiro. O hit, de 1980, consagrou a banda Judas Priest que, após 40 longos anos de turnês mundiais, resolveu pegar mais leve nos palcos.
Para a despedida (que não significa um ‘adeus’), a banda britânica fará uma última grande turnê este ano, que passará, inclusive, pelo Brasil em setembro. Os shows ocorrerão nos dias 10/09 (em São Paulo), 11/09 (no Rio), 13/09 (em Belo Horizonte) e 15/09 (em Brasília). A banda se apresentará com os companheiros de longa data do Whitesnake, com os quais já se apresentaram no Brasil em 2005.
Para esta tão esperada turnê, a banda prometeu um palco totalmente novo, com efeitos de luz, fogo, bombas, fumaça, motos e o visual Rock N' Roll que apenas o Judas sabe oferecer. Além disso, os shows contarão com a presença do novo guitarrista, Richie Faulkner, que entrou no lugar de K.K. Downing, o qual se distanciou da banda em abril deste ano devido a um "desgaste nas relações de trabalho". Downing é um dos fundadores do Judas Priest e, segundo o outro guitarrista Glen Tipton, se não fosse a chegada de Richie Faulkner, a banda já teria se aposentado.
Sobre a banda chegar ao fim, o vocalista Rob Halford nega. Segundo ele, o objetivo é pegar um pouco mais leve porque, depois de 40 anos de estrada, é difícil ficar longe de casa. A prioridade do Judas Priest é terminar o 17° álbum da banda, o qual promete riffs marcantes e vocais fortes (alguns, inclusive, similares aos de Painkiller, outro sucesso da banda). O desejo é fazer, nas palavras de Halford, "mais um grande álbum de metal".
Confira abaixo o maior sucesso de Judas Priest, Breaking The Law.

Nenhum comentário:

Postar um comentário