sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Criolo: a promessa do VMB 2011

Na estrada há 23 anos, Criolo vê sua carreira alçar vôo com o lançamento de Nó na Orelha

Carolina Ito

Ele já foi Criolo Doido, mas decidiu simplificar o nome artístico para Criolo ao lançar seu segundo disco, Nó na Orelha (clique para fazer o download). O trabalho foi distribuído gratuitamente na internet e traz um rap diversificado com elementos de soul, blues, samba e até bolero. Mas a pérola musical, sem dúvida, é o hit Não existe amor em SP que, se você ainda não ouviu, pelo menos testemunhou algum post da música no mural facebookiano alheio.

Divulgação
Com tanto affair da crítica em cima do rapper que criou a Rinha dos Mc’s (uma festa de hip hop onde rolam batalhas de improvisação), era de se esperar que ele recebesse algumas indicações para o próximo Video Music Brasil 2011, que ocorrerá no dia 20 de outubro.

Criolo entrou em cinco categorias para votação: melhor música (Não existe amor em Sp), melhor disco (Nó na Orelha), revelação, clipe do ano (Subirudoitiozin) e artista do ano.
Confira as categorias votadas pela MTV. 

Este ano, o VMB fará o encontro inusitado entre Criolo e Caetano Veloso no palco, cantando a música que concorre ao prêmio de melhor do ano. É no mínimo curioso pensar que Caetano, o autor de Sampa, que é uma verdadeira ode à cidade de São Paulo, irá cantar uma música que retrata apenas aspectos melancólicos e sombrios da metrópole “onde a ganância vibra”, onde “não existe amor”. Veja o que Caetano disse sobre Criolo em entrevista à Folha de São Paulo. 

Curiosidade para ver no que vai dar essa parceria não falta. Enquanto isso, podemos conferir as últimas do rapper incluindo o videoclipe de Subirudoistiozin, produzido por Marcelo Cabral e Daniel Ganjaman. O mini-filme de 6 minutos é prova contundente de que Criolo está ligado nas tendências estéticas do mundo pop, sendo moderno e retrô na música e no estilo.


2 comentários: